Textos completos publicados em anais de eventos

Acesso aberto aos Textos publicados pelos integrantes do LaboMídia em 2012.

Documentos

Ordenar por : Nome | Data | Acessos [ Ascendente ]

A CBF PELA LENTE DA FOLHA DE S. PAULO A CBF PELA LENTE DA FOLHA DE S. PAULO

hot!
Adicionado em: 27/11/2012
Date modified: 27/11/2012
Tamanho: 138.75 kB
Downloads: 1178

RIBEIRO, Sergio Dorenski Dantas; LEIRO, Augusto César Rios; JESUS, Alex Menezes de. A CBF pela lente da Folha de S. Paulo: fim de jogo para Ricardo Teixeira e implicações político-esportivas. Colóquio Internacional “Educação e Contemporaneidade”, 6, Anais... . São Cristóvão/SE, 20 a 22/setembro/2012. Disponível em http://www.educonufs.com.br/cdvicoloquio/eixo_08/PDF/17.pdf

RESUMO

A pesquisa em tela recorta 100 dias de mídia impressa pela lente do Caderno de Esporte do jornal Folha de São Paulo sobre a queda do dirigente da CBF, Ricardo Teixeira. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa e do tipo descritivo, que buscou captar em 100 edições do jornal, ao longo do primeiro semestre de 2012, as principais matérias jornalísticas sobre o tema. O estudo discute o relevo da mídia nas questões político-esportivas e esboça um exercício do binômio educação/mídia no campo acadêmico.

A AÇÃO DO PROFESSOR NA CONSTRUÇÃO DAS IDENTIDADES A AÇÃO DO PROFESSOR NA CONSTRUÇÃO DAS IDENTIDADES

hot!
Adicionado em: 09/05/2012
Date modified: 27/11/2012
Tamanho: 507.53 kB
Downloads: 1569

GARCIA, Luciana Carolline Pina. A ação do professor na construção das identidades de gênero na Educação Física escolar. In: IX SEMANA DA EDUCAÇÃO FISICA DA UFS, 2012, São Cristóvão/SE. Anais..., 9, Universidade Federal de Sergipe/UFS, 10 a 13 abril 2012, (cd-rom).

RESUMO

As questões de gênero vêm ganhando acessibilidade no campo da educação física uma vez que estas questões são constituídas a partir dos aspectos sociais, culturais e históricos entre homens e mulheres de acordo com as diferenças percebidas entre ambos os sexos. Segundo Saraiva (2002), o ideal seria que ambos os sexos assimilassem a cultura um do outro como alargamento de suas potencialidades, ou seja, se um indivíduo ajudar o outro eles podem aprender e adquirir mais conhecimento.

1, 2, 3... TESTANDO! UMA EXPERIÊNCIA DE ANÁLISE DE ENQUADRAMENTO 1, 2, 3... TESTANDO! UMA EXPERIÊNCIA DE ANÁLISE DE ENQUADRAMENTO

hot!
Adicionado em: 27/11/2012
Date modified: 27/11/2012
Tamanho: 1.62 MB
Downloads: 1511

ZIEGLER, Aline et al. 1, 2, 3... Testando! Uma experiência de análise de enquadramento com telejornalismo esportivo. Congresso SulBrasileiro de Ciências do Esporte, 6, Anais... Rio Grande/RG, 13 a 15 de setembro de 2012.

RESUMO

 

O esporte vem ganhando espaço no jornalismo brasileiro, em virtude da realização de megaeventos no país. Nesse sentido, é relevante observar como os diversos meios definem, conforme seus projetos editoriais, os enfoques dados às informações que veiculam. O presente trabalho se apresenta como um exercício preliminar de aplicação metodológica, a partir do conceito de enquadramento, a um pequeno fato veiculado na mídia, relacionado com a Copa do Mundo FIFA 2014, escolhido pela coincidência da sua divulgação em três emissoras de televisão de sinal aberto: Record News, Globo e Bandeirantes. O fato em destaque foi o andamento das obras do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, acompanhado entre os dias 14 e 21 de abril/2012. As matérias foram recolhidas, transcritas e analisadas conforme as categorias de seleção, exclusão e ênfase. Como considerações finais, é possível compreender que tal coincidência nas matérias teve o propósito de tranquilizar a população, especialmente a carioca, diante dos rumores, depois confirmados, da saída da construtora Delta do consórcio responsável pelas obras de reforma do Maracanã, dando garantias da conclusão das reformas (“modernização”) a tempo do estado do Rio de Janeiro receber a Copa das Confederações (2013) e a Copa do Mundo FIFA (2014), conforme previsto.

 O CORPO OBESO: UM CORPO DEFICIENTE? O CORPO OBESO: UM CORPO DEFICIENTE?

hot!
Adicionado em: 09/05/2012
Date modified: 27/11/2012
Tamanho: 473.66 kB
Downloads: 3367

MATOS, Keyte dos Santos; ZOBOLI, Fabio; MEZZAROBA, Cristiano. O corpo obeso: um corpo deficiente? Considerações a partir da mídia. In: IX SEMANA DA EDUCAÇÃO FISICA DA UFS, 2012, São Cristóvão/SE. Anais..., 9, Universidade Federal de Sergipe/UFS, 10 a 13 abril 2012, (cd-rom).

RESUMO

Este texto não tem a pretensão de classificar ou enquadrar a obesidade nos mesmos moldes da deficiência, porém, a partir do corpo obeso queremos estabelecer um diálogo tensivo com a construção social da diferença e dos estigmas mediados a partir dela. Com o foco no estigma gerado a partir do corpo obeso4 traremos ao palco algumas reflexões que se fundam sob o mesmo imaginário cultural que sustentam as tramas da (in)exclusão. Nesse contexto, discutiremos o estigma sofrido pelo obeso dentro de uma cultura que cada vez mais valoriza os “sarados e malhados”, na qual, a gordura virou vilã e o obeso a vítima de discriminação por não se enquadrar dentro dos padrões de beleza fabricados pelo contexto cultural. O corpo obeso é entendido como algo doente, impossibilitado, limitado e indesejado, ou seja, ele é percebido como deficiente no sentido de não ser eficiente o suficiente para ser enquadrado nos padrões de normalidade, bem como no que se referem à esfera do mundo produtivo. É a partir deste momento que podemos compreender a inserção do obeso no processo de (in)exclusão, tendo em vista uma sociedade que promove os ditos belos e esbeltos e rebaixa os feios e gordos.

 O CORPO FEMININO E O ENVENENAMENTO CULTURAL O CORPO FEMININO E O ENVENENAMENTO CULTURAL

hot!
Adicionado em: 09/05/2012
Date modified: 27/11/2012
Tamanho: 434.63 kB
Downloads: 2778

SANTOS, Tiago de Brito Ferreira; ZOBOLI, Fábio. O corpo feminino e o envenenamento cultural: as obsessões na busca do padrão de beleza feminino como foco de análise. In: IX SEMANA DA EDUCAÇÃO FISICA DA UFS, 2012, São Cristóvão/SE. Anais..., 9, Universidade Federal de Sergipe/UFS, 10 a 13 abril 2012, (cd-rom).

 RESUMO

O corpo analisado sob o viés do masculino e do feminino transcende a sua dimensão biológica. A simples observação dos órgãos externos no ultrassom de uma gestante já vai apontar a identidade sexual – enquanto corpo biológico – da criança analisada. No entanto, sabe-se que para se tornar homem ou mulher não basta possuir as genitálias de um ou de outro e as demais característica biológicas desse corpo físico, para se tornar homem ou mulher faz-se necessário também se apropriar de padrões/significados/comportamentos considerados adequados ao masculino e ao feminino.